sábado, 5 de janeiro de 2013

Kimono Drops: Os bastidores do conto "Segredos e Aparências"

Olá, pessoal!

Antes de mais nada: ESTE NÃO É UM POST LINGUIÇA.
Ai, ai, risos.

Não sabe o que é um post linguiça? A vestimenta aqui vai te explicar.
Chamamos de post linguiça todo aquele conteúdo que foi usado para preencher um espaço, para encher linguiça.
Entendeu? Posso passar para o próximo tópico? Ok.

Não sei se vocês leram o conto-resultado do Desafio de Setembro de 2012, onde leitores e seguidores do Twitter participaram mandando temas que por meio de enquete, resultaram em apenas um e dele foi feito o conto.

Se não leu, por favor, migre-se até lá antes de continuar sua leitura.
É que este post contém spoilers.

EU FIZ O QUE EU DISSE QUE NÃO FARIA! Ah, mas eu não vivo sem dar explicações...

Temos a narradora em primeira pessoa: Renata (nossa personagem principal). Temos também seus parentes, menção a avó falecida e um menino de rua.
Esses são os personagens da história.

Vamos a lista ESCABROSA de nomes:
Renata
Michelle
Estanislave
Estileno
Estive
Eustáquio
Lorena
Rodrigo
Fernando
Carlos Eduardo
Maurício
Roberta
Carla
Olívia
Marissa
Jurema
José

Vendo agora... Tive a capacidade de incluir 17 personagens em um conto. A maioria, é claro, um bando de inútil.

Estanislave, Estileno, Estive e Eustáquio. Sabe aquela mania de colocar todos os filhos com nomes iniciados pela mesma letra? Então.

Estanislave é de Stanislav. Eu queria que o nome fosse horroroso, já que ele é um personagem detestável.
Estileno... Juntei estilete com etileno. Não me perguntem a razão, eu apenas achei divertido.
Estive de Steve. E... piadas, piadas por todos os lados.
Eustáquio é um nome normal. Não tão comum, porém mais normal que os outros.
Marissa? Erro do cartório. Era para ser Marisa.
E assim, nós escritores de corações duvidosos, damos má fama aos cartórios.

Como nasceu a ideia para a trama?
Eu sou uma péssima escritora de suspense na minha cabeça, visto que não tenho paciência para criar suspenses.
Rememorei alguns exemplos (para ter alguma base) e encontrei muito do mesmo. Eu queria fugir da mesmice de perseguição e blá blá blá.

As ideias costumam aparecer de repente para mim e este caso não foi diferente.
Eu não preciso quebrar a cabeça para que uma trama se forme. Ela simplesmente vem.
"A avó morreu e vão vender a casa dela. Alguém está escondido no sótão da casa e foi trazido pela avó, aparentemente boazinha e santa, para fins não muito ortodoxos".
Disso nasceu "Segredos e Aparências". A aparência de boa pessoa que dona Jurema passava para a família e o segredo que ela mantinha sobre o garoto e o que fazia com ele.

Colocando os pingos nos is?
Eu achei que tinha dado informações suficientes para que os leitores identificassem a relação de Jurema (a avó falecida de Renata) com José, o menino de rua. Só que o comentário do Carlírio Neto me fez pensar seriamente: "Será que criei realmente um suspense tão suspensoso? Mas eu deixei tão na cara o que rolou entre a senhora e o menino".
Esse conto não é bonito, ele fala de algo muito ruim e que eu preferi não jogar na cara do leitor como se fosse um tapa, daqueles bem ardidos.

Vou repassar as pistas e se dessa vez ninguém pegar a dica, eu desisto! Aliás, por que estou explicando o conto? Eu e minha maldita mania de explicar tudo. Terei pena dos meus filhos. Os sermões durarão dias.

-Boa samaritana tira menino da rua, o leva para casa, cuida, dá comida, mas o esconde da família. Ela deve ter um bom (ou mau) motivo, não?
-A mãe de Renata é médica, examina o garoto e confirma as informações que o mesmo passou a família quando foi descoberto (informações estas que não deixei explícitas).
-Ele sabia onde a dona Jurema guardava seus brinquedinhos adultos.

O tema que foi abordado no conto é extremamente delicado e por isso a olhos inocentes pode ter passado despercebido, no entanto, seria bom captá-lo para compreender que nem toda pessoa com "boas intenções" realmente tem boas intenções. E ensinar nossos filhos, primos pequenos, crianças conhecidas, que é preciso ter cuidado quando o assunto são os adultos. Nem todos têm boas intenções.

Vou tentar não dar explicações nos próximos ou se forem tão interessantes, fazer um post com curiosidades.

Os nomes foram todos escolhidos randomicamente, ou seja, não coloquei tal nome em fulano porque odeio tal pessoa com esse nome. Só esculhambei os filhos da Jurema, pois gosto de esculhambar algum pedaço da história.

Não tenho nada contra o pessoal do cartório, só gosto de tirar sarro dos erros.

O conteúdo desse conto não foi baseado em histórias ou fatos reais, ele nasceu da mente incansável de uma mulher com problemas criativos, também conhecida como eu.
O assunto abordado foi escolhido aleatoriamente e serviu como aviso. No caso de José aconteceu com uma pessoa estranha. Porém quantas crianças já não passaram por isso com conhecidos ou até mesmo familiares?
Não, eu não passei por essa situação, não procurem pelo em ovo. E eu quero o acento de pelo de volta.

Dúvidas, troca de ideias, tirei sua inocência explicando o conto ou quer me impedir de escrever mais suspenses suspensosos? Mande um comentário. Juro que a box ali não morde. Foi adestrada para somente arrancar a cabeça dos trolls.

Por Kimono Vermelho (05/01/2013)

2 comentários:

  1. Saudações

    Provavelmente, dado o modo como interpretei a história, realmente não havia identificado o "enlace" (por assim exclamar) por ti aqui explicado, Red Kim.

    Dezessete personagens, onde a maioria são figurantes. Me remeteu à época em que eu jogava muito videogame (em especial RPGs) e um deles, Chrono
    Cross (PS1), tinha mais de 40 personagens jogáveis. Era muita coisa, sendo parte útil e parte, como você mesma iria dizer, inútil...^^

    Bacana falar das motivações e explicar o porque da colocação de cada personagem. Confesso que esta sua ideia é bem atrativa. Se assim me permitir, penso em usá-las na segunda temporada de meus [Devaneios Mentais].

    Para finalizar, os trolls... Sempre eles...
    Conto os dias em que alguém fará algum conto/história/crônica baseado neles e... Er... Melhor não.XD

    Ótimo post, Red Kim.^^


    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Levei um choque quando contei o número de personagens. XD
      Esteja à vontade para usar a ideia nos "Devaneios Mentais", eu ficarei lisonjeada. ^^
      Ah, pode deixar... Conto sobre coisas estranhas (a.k.a. trolls), é comigo mesmo!
      Obrigada pelo comentário! ^^/

      Excluir

Antes de comentar conheça as nossas regrinhas:
-Não poste nada ofensivo, respeite os outros;
-Não brigue, aqui não é ringue de boxe;
-Não faça merchandising do seu blog com a desculpa de "ah, mas eu comentei sobre o post também".
Siga as regras e você não conhecerá o lado escroto da Kimono.