quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Diários de Uma Escritora - 11

Esse ano está acabando comigo... TERMINA LOGO, 2012!
Droga... Como eu odeio 2012.

E aí? Estão preparados para o penúltimo Diários do ano? Que tema ele abordará? Será um desabafo ou uma conversa com o leitor? Hein? HEIN?

Diários de Uma Escritora 11 - Coisas a se pensar...

Qualquer escritor que ache que tem uma boa história, quer publicá-la algum dia. Ok. No Diários 8 eu dei algumas dicas e indiquei algumas editoras.

Neste mês, recebi uma dica INCRÍVEL que eu acho que pode servir para vocês e me foi dada pelo Val Caster, o dono do blog Calibre Cultural (que também escreve no Chuva de Nanquim): fazer um blog de resenhas de livros.
Achou estranho? Não se preocupe, eu vou explicar. Um blog com resenhas de livros pode atrair parcerias com editoras, o que hipoteticamente pode te ajudar na hora de publicar a sua história. Antes que façam um senhor alarde por causa do "hipoteticamente", eu vou explicar passo a passo e dissecar essa ideia brilhante para vocês.

Em primeiro lugar, não quero que leiam esse texto como se eu estivesse falando de forma vulgar ou arrogante, porque não estou. Estou explicando isso, porque sinceramente cansei de ser mal interpretada (vide post "Patriotismo barato").

Ok, agora vamos ao que interessa!

Primeiro passo: comprar a carne
Vegetarianos irão me matar. Metáforas. Metáforas por todos os lados. Sou discípula do ex-presidente Lula.

A ideia é fazer um blog que seja especialmente para resenhas de livros.
Atualmente há diversas boas opções de sites para começar, entre eles o Blogger e o WordPress. Você também pode criar um site e hospedá-lo em empresas do ramo, tipo a Locaweb (é claro que você precisará pagar por isso). Se quiser tornar mais profissional, ainda pode comprar um domínio.
Feito isso, é hora de pensar em layouts, banners e tudo mais que um site normal tem. Esses detalhes são pessoais.

Segundo passo: temperar a carne
Você vai precisar escolher os livros (de preferência de várias editoras - não se prenda a apenas uma) e fazer uma lista de quais vai resenhar. Faça uma mistura entre os mais famosos (ou os da moda) e alguns mais desconhecidos, mais velhos e mais novos... É interessante ver a versatilidade de quem escreve.

É bom começar por um livro mais conhecido pelos leitores, o mais falado do momento ou o lançamento da editora. É uma forma de atrair a atenção mais facilmente.
Vai de cada um fazer uma resenha curta ou longa. Não sei qual a melhor, porque eu particularmente não consigo fazer resenhas curtas, já que busco analisar as minúcias, o que pode ser cansativo se não tiver uma narração interessante. Por isso, tome cuidado.
Resenhas curtas demais podem dar a impressão de amadorismo e falta de interesse na leitura, ou seja, não peque pelo excesso e nem pela falta.

Terceiro passo: cozinhar a carne e servir
Ler e resenhar, ler e resenhar.
Algumas pessoas costumam ler dois a três livros ao mesmo tempo e fazer as resenhas. Eu não recomendo.
Dá a impressão de estar facilitando a vida, só que na verdade torna o trabalho mais pesado e pode-se acabar cometendo erros. Apenas siga esse estilo se você for disciplinado e conseguir diferenciar os conteúdos, caso contrário, você irá se perder.

Para atrair as editoras, faça um Twitter e uma fanpage ou algo do tipo no Facebook especial para o seu site. Divida o profissional do pessoal.
Faça propaganda, coloque o link da sua resenha com o arrouba da editora, vá na fanpage deles e comente... Se vire!

Aqui falei sobre o básico do básico DO BÁSICO.
-->


Agora algumas considerações sobre essa ideia...

Ela é boa, mas precisa ser trabalhada. Crua como está, pode não dar resultados.
É importante lembrar que o que ajuda um site a ter reconhecimento não é apenas o bom conteúdo, porém a periodicidade e o marketing.
Um site que não é atualizado com frequência perde leitores, portanto, não faça apenas resenhas, traga novidades sobre o mundo literário, eventos que estão acontecendo, notícias sobre novos livros e etc. Não deixe ficar parado.

Não seja tímido. Entre em contato com editoras, fale sobre seu site, apresente projetos, peça parcerias e se mostre interessado.

Gostaria de frisar que não é porque você fez parcerias com editoras que isso vai fazer seu livro ser lançado assim do dia para a noite. É importante perceber que o caminho vai ser igual a de qualquer outro escritor, talvez apenas facilitado pelos contatos. No entanto, não se esqueça: se a sua história não for boa, eles não irão publicar. Isso depende do editor, não de ter parceria.

É legal investir em tudo que encurtar seu caminho para a publicação, contudo, é importante manter os pés no chão e não sonhar em excesso. Nunca tire os pés do chão. Realismo é bom e evita mais da metade das frustrações. Também não seja O pessimista. Insista no seu sonho e saiba que muitas portas serão fechadas na sua cara. Isso não quer dizer que você deva desistir facilmente.

Essa dica de fazer um blog de resenhas foi dada para a escritora aqui, só que não serve para mim.
Já comentei em algum Diários que não gosto de ser limitada e eu não falava somente sobre criatividade.

Eu já não dou conta do Kimono Vermelho, como daria conta de outro blog?
E eu já faço resenhas, só não faço apenas resenhas.
Meu intuito ao criar este site/blog era falar sobre diversos assuntos, é assim que eu gosto de fazer e me sinto bem.
Não me importo em trilhar um caminho um pouco mais complicado e demorado. Gosto de desafios. E se o que eu escrever for realmente bom, uma editora irá publicá-lo independente de parcerias. Só preciso correr atrás.

Não é questão de "sou boa o bastante para não precisar desse tipo de ajuda", é só o caso de "eu quero fazer do meu jeito, porque me sinto feliz assim".
É até uma ótima dica para a sua vida: faça o que te deixa em paz consigo mesmo, não o que é fácil ou melhor para os outros. A felicidade é mais fácil de ser alcançada do que vocês pensam.

Nos vemos no próximo mês, antes do dia 24/12.

E você: já escolheu que caminho seguir e a quem deve agradar?

P.S. Edit: Sem querer eu cliquei no "publicar" dia 21/11 e deu essa porcaria toda do post ficar abaixo do conto "Eles dizem, Eu não escuto". -_- Desculpa a burrice, gente.

Por Kimono Vermelho (22/11/2012)

2 comentários:

  1. Saudações

    Toda e qualquer dica é válida e preciosa o bastante, Red Kim. Gostei da forma como expressaste isto, pois aprovaste tal ideia a ti dada mesmo não podendo concretizá-la para si no momento.

    Aqui se faz lançar um endossamento preciso: poucas pessoas, em tesem levariam um blog do tipo literário à sério, justamente pelos fatores que você descreveu. Entretanto, isto não significa que haja algum negativismo. Interpretar tais palavras como uma sugestão mais aguçada é mais saudável e, ao mesmo tempo, justo.

    Ótimo post.^^

    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também concordo que toda dica é válida, preciosa e digo mais, deve ser guardada na pasta "favoritos" na cabeça, já que nunca se sabe quando ela pode ser usada.
      Obrigada pelo comentário! ^^/

      Excluir

Antes de comentar conheça as nossas regrinhas:
-Não poste nada ofensivo, respeite os outros;
-Não brigue, aqui não é ringue de boxe;
-Não faça merchandising do seu blog com a desculpa de "ah, mas eu comentei sobre o post também".
Siga as regras e você não conhecerá o lado escroto da Kimono.