quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Os homens não gostam de princesas...

Homens: seres incompreensíveis para nós mulheres? Será? Os homens são mais simples do que imaginamos, pelo menos a maioria deles.
Logo você entenderá o título desta matéria.


Este post pode ser visualizado em fundo branco, letra preta aqui.

Contos de fadas destroem as mulheres
Sim. Pode me xingar, fazer o que você quiser, mas isso é fato.
Somos ensinadas desde muito cedo a agir como as princesas dos contos de fadas. Esperar um homem ideal, perfeito, fiel, lindo, inteligente, rico, etc e tal, e que se não tem um cavalo branco, provavelmente tem uma Mercedes na garagem ou muito mais.
Somos, na maioria das vezes, as mais românticas, sonhadoras, idealizamos o companheiro, queremos casar, ter uma família...
Se bem antes dos anos 90 o relacionamento entre homem e mulher já era complicado, imagina agora? Com essa história de "ficar", "sexo sem compromisso" e infidelidade, ter um namorado ou marido mais ou menos legal, é lucro.
Tudo bem que sendo criança podemos acreditar nesse método de comportamento, mas assim que crescermos... É melhor alguém "bater a real".

Homens e desafios, tudo a ver!
Desafio não é só se fazer de difícil, é dar um entretenimento à mais ao seu namorado, marido ou o que quer que ele seja para você.
Uma mulher que abana o rabo como um cachorrinho e faz tudo o que seu parceiro pede, não passa de um animalzinho que foi ensinado a obedecer. Isso não é desafio, é cansativo até mesmo para mim que sou mulher. É um comportamento simplesmente idiota e mostra que o homem está na zona de conforto. Ele te tem onde ele quer: na palma das mãos.
A independência e segurança em si mesma ajuda a não passar por essa situação, aliás, você quer ser a companheira dele, não o animal de estimação, certo?
Nada mais excitante que um desafio, quer ver?

Temos um casal chamado Rebeca e Alexandre, eles namoram há dois meses.
Alexandre combinou com os amigos de ir para a balada hoje, só que acabou se lembrando de que tinha marcado de sair com Rebeca. Ele então liga e solta aquela mentirinha básica.
Alexandre: Ô, amor, a gente não vai poder se encontrar hoje. É que um amigo meu, o Beto, lembra dele? Então, ele vai viajar lá pra Inglaterra e a gente vai ficar sem se ver por muito tempo. Sabe que o Beto é como um irmão pra mim, né? Tem como a gente marcar o encontro pra outro dia? Pode quebrar esse galho pra mim, Bequinha do meu coração?
Rebeca: Poxa, Lê, mas a gente não se vê faz tempo... To com tanta saudade...
E depois de mais um pouco de choro do namorado, ela cede.
Rebeca: Tá bom, amor. Vai lá, a gente se vê numa próxima.
Enquanto isso o bonzão vai para a balada, curtir a farra e talvez dar uma "galhada" de presente para a namorada.

Se bem que não podemos chamar Rebeca de namorada, ela está mais para "mãe". Estranhou o termo? Pois é. O homem depois que cresce, busca uma "mãe" para cuidar dele. Uma pessoa que lave, passe, faça comida, seja praticamente sua empregada, com uma condição a mais: ela também faz sexo.
A maioria dos homens só trai se não estiver se satisfazendo em casa.

E se a balada de Alexandre não desse certo?
Alexandre: Alô, amor. Então, o Beto vai adiar a viagem, daí posso sair com você. E aí, nosso programa tá de pé?
Rebeca: Claro, amor!!! Em 15 minutos fico pronta!
Vejo um cachorrinho abanando o rabo. E você?

Agora vamos refazer esse diálogo, só que Alexandre não namorará Rebeca e sim Camila.
Alexandre: Ô, amor, a gente não vai poder se encontrar hoje. É que um amigo meu, o Beto, lembra dele? Então, ele vai viajar lá pra Inglaterra e a gente vai ficar sem se ver por muito tempo. Sabe que o Beto é como um irmão pra mim, né? Tem como a gente marcar o encontro pra outro dia? Pode quebrar esse galho pra mim, Mila?
Camila: Tudo bem, nos vemos numa próxima vez. Deseje boa viagem pro seu amigo.
Só que a balada não rolou, digo, a despedida do Beto.
Alexandre: Alô, amor. Então, o Beto vai adiar a viagem, daí posso sair com você. E aí, nosso programa tá de pé?
Camila: Poxa, amor, não vai dar. Como você cancelou a nossa saída, resolvi ver um filme com as minhas amigas. A gente se fala depois, tá? Beijos.

Camila não está disponível como um cachorrinho que abana o rabo para o seu dono. Ela pode até não estar assistindo um filme com as amigas, mas precisamos mostrar que também temos nossa vida, que não dependemos só dele.
Nós mulheres temos que aprender uma coisa básica para a vida: A PRIMEIRA PESSOA QUE VOCÊ DEVE AMAR É A SI MESMA!
Se você não se ama, só ama os outros, sempre será o cachorrinho adestrado nas mãos dos homens.
Você não é desafio, é só algo para se divertir; entreter.

-->

É, a verdade dói.
Eu sou mulher, mas fico enojada quando vejo namoradas grudentas, inseguras, insistentes...
Meu namorado não é um objeto que tem o meu nome escrito, não sou a dona dele, logicamente ele também não é meu dono.
As mulheres costumam sufocar seus namorados ou maridos, impedindo-os de ter uma vida social com a desculpa de que vão cair na "gandaia". Se ele realmente for para a farra, não é homem para você. Mulher desesperada não se valoriza, lembre-se disso. Não estou dizendo para não dar a mínima para o seu namorado, por favor, nem 8 nem 80. Mas fazer com que ele sinta que não te conquistou por inteiro, deixa o homem inseguro e esse sentimento em uma boa dose mantém um relacionamento interessante e duradouro.
Assim como seu companheiro tem amigos, você também tem. Vá aproveitar a vida, sair um pouco e conhecer coisas novas. Deixe-o ir no bar beber com os amigos, confie nele.
Sem confiança e diálogo não existe relacionamento que dure. Seja esperta!

Casamento se chama forca
O erro mais comum das mulheres é mal conhecer um homem e comentar que quer casar, ter filhos e que tem a esperança de fazer isso com ELE!
Mulheres, minhas queridas amigas, isso se chama "assustar um homem". No menor sinal de perigo, ele salta fora do barco.
A maioria de nós tem um gravíssimo problema: acha que casamento resolve tudo na vida e que ficar para titia é a coisa mais horrorosa do mundo. Minhas queridas, estamos no século XXI, se desapeguem dessa tradição empoeirada. Não é colocando uma algema dourada no dedo dele que vai garantir o seu casamento. Assim como muitas acham que "barriga" segura marido.

Você acabou de conhecer o cara, então não se afobe e coloque os pés pelas mãos.
Vamos as regrinhas básicas do primeiro encontro?
1- Não fale de ex-namorados ou situações que remetam a esse assunto. Tampouco cobre dele esse tipo de informação (sobre as ex dele).
2- Esqueça parte das besteiras que leu naquelas revistas femininas. A maioria só fala merda.
3- Não seja fresca. Mulher fresca homem nenhum suporta por muito tempo.
4- Não fale de compromisso sério e casamento como se ele fosse o noivo. Se o homem perguntar, diga que tem planos (se você tiver), mas que não tem pressa, quer curtir a vida antes.
5- Tente se manter firme, mais segura, mesmo que esteja tremendo de medo de fazer alguma coisa errada.
6- Tente ser natural. Não ensaie falas ou comportamentos que não são próprios da sua personalidade.
7- Sexo no primeiro encontro ou não? Só faça o que tem vontade, mas tome cuidado com o que seu ato pode proporcionar.
8- Evite monólogos. Se você ou ele falam sem parar apenas sobre si mesmos é porque não estão prontos para ter um relacionamento com ninguém.

Madrasta Má ou Princesa?
Seja independente, mas também tenha um toque de "princesa".
Os homens adoram se sentir úteis, por isso... Façam-nos úteis.
Sabe aquele pote de palmito com aquela tampa terrível? Se você não consegue abrir, tudo bem, mas se consegue... Finja que não. Entregue a ele e depois que o vidro for aberto, o elogie; agradeça.
Amaciar o ego de um homem faz parte da manutenção de um relacionamento.
Se você só o desestimula e agride com certeza ele vai deixar de te ver como aquela companheira maravilhosa por quem ficou encantado antigamente.
Os homens são bebês que cresceram. Quando conseguem alguma coisa, saem correndo para mostrar que conseguiram. Claro que esse comportamento não é único deles, as mulheres também fazem isso.
E lembrem-se, ainda vale aquela máxima "Dama na sociedade e puta na cama".
Sim, a cama faz muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita diferença.

Mas esse assunto fica para uma próxima vez...

Por Kimono Vermelho (04/10/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar conheça as nossas regrinhas:
-Não poste nada ofensivo, respeite os outros;
-Não brigue, aqui não é ringue de boxe;
-Não faça merchandising do seu blog com a desculpa de "ah, mas eu comentei sobre o post também".
Siga as regras e você não conhecerá o lado escroto da Kimono.